Comprar listas: Você está fazendo isso errado

DinamizeCapa, Dica, Dicas do Mail2Easy PRO, Mail2EasyPro0 Comments

Ahh…Você vai comprar listas pra fazer e-mail Marketing?

Você está fazendo isso errado


Você está fazendo SPAM


Isso mesmo que você leu; O envio de e-mail a quem não o solicitou é prática de spam. Logo, a compra de listas já é considerada spam, pois você estará enviando para contatos que nem se sabe se existem, se são contatos válidos ou ainda, que não solicitaram seus e-mails. Isso é spam.

Palavras pontuadas, palavras muito repetidas ao longo do texto, nome do assunto entre outros cuidados devem ser tomados porque são maneiras que os servidores observam e detectam seus envios como spam, mas a prática de spam em si, é o envio de e-mails para quem não solicitou recebê-lo.

Então, se você compra listas de e-mail, seus envios já são spam, pois esses contatos não assinaram sua newsletter no seu site, não solicitaram o recebimento de seus e-mails.




Palavras como promoção, só hoje!!, grátis são típicas de e-mails vendedores, ou seja, quanto mais gente atingir, melhor. Por isso evite essas palavras, pois são analisadas com mais atenção pelos provedores de e-mail.



Que fique claro: não são as palavras que caracterizam o spam, na verdade estas são apenas as palavras mais utilizadas por empresas que tem como objetivo atingir mais gente. Não significa que essa gente toda solicitou o recebimento de promoções, descontos, entre outros.



Verdades sobre contatos antigos

Uma estratégia utilizada para a identificação de spam é a análise de e-mails inativos. Por exemplo, se você tem uma conta no hotmail que não usa há mais de dois anos, os provedores ficam de olho nessa caixa de entrada e identificam que os e-mails que ainda estão chegando são spam. Então, se a empresa tem uma base de contatos muito antiga, é bem provável que tenha seus envios bloqueados, pois em algum momento será identificada em uma dessas caixas de e-mail que não são mais utilizadas.
Na prática e de forma didática: imagine que você encontrou no fundo da gaveta o primeiro aparelho de celular que você teve na vida. Com  a nostalgia dos tempos que não voltam nunca mais dá uma olhada na lista de contatos e resolve ligar para todos esses números.

Ai então você se dá conta de uma triste realidade. Quantos deles ainda são do mesmo dono? quase nenhum.

Os endereços de e-mails são assim também, as pessoas trocam de e-mail. Aliás, é muito mais fácil mudar de e-mail do que trocar de telefone.




Ética em e-mail marketing: conheça o Capem.


09_06_22_spam_gasto_energetico_RF[1]

O Código de Autorregulamentação para a Prática de E-Mail Marketing, CAPEM, foi elaborado para regulamentar as práticas de envio de E-mail Marketing e foi aprovada em 14/01/2010. As disposições descritas são destinadas a todos aqueles envolvidos na cadeia de envio e recebimento de E-mail Marketing. E o que isso quer dizer? quer dizer que não é legal fazer spam. Legalmente falando.

Conheça o código: http://www.capem.org.br/


Avanços tecnológicos identificam o que é spam ainda mais rápido

Um Hábito comum no mercado digital brasileiro é a compra de listas de contatos para o envio de e-mail marketing e, no cenário atual, isso significa um risco muito grande, ou melhor, um sinal de alerta.

Dados analisados mostram, que a taxa de envio de spam no Brasil é bem alto em relação a outros países.

Se todo mundo faz, porque se preocupar com isso agora? A questão é que os provedores de e-mail da grande maioria são hotmail, yahoo e gmail, gigantes americanos e são eles que ficam de olho,e estão sempre analisando. Para se ter uma ideia, existem empresas especializadas em identificar spammers, contratadas por provedores apenas para acabar com os e-mails indesejados.

Pintando nova tecnologia

São as novas tecnologias contra o lado negro da internet que estão pintando por aí!!

Nesse contexto, evitar o erro significa tomar todo o tipo de cuidado com as estratégias que os provedores utilizam para identificar o que é e o que não é spam.
Devemos e precisamos evitar esses erros para poder conseguir novos clientes e sobretudo, mantê-los!
Incentivar e conscientizar o mercado sempre: Não trate o seu cliente de qualquer maneira, pois você também é um.




Santa Efigênia adverte:
Comprar listas de spam é muita malvadeza. E quem vende? Fica a dica

O que o meu negócio ou empresa pode fazer pra evitar o SPAM?


De acordo com Maurício Martini, diretor de tecnologia da Dinamize, as estratégias são inúmeras, mas é preciso cautela.

A primeira coisa a se fazer é mudar a cultura da compra de listas. Isso significa que os contatos não se cadastraram para receber os seus e-mails, significa que eles não têm interesse. A maioria não conhece sua marca, vai se incomodar com a grande quantidade de e-mails indesejados e, ainda pior, vão denunciar seus envios como spam. E, hoje em dia, isso é muito sério.”  diz Martini

Não seja mais um picareta

Verder Listas de e-mail é um ato criminoso. As pessoas que estão nelas não autorizaram a comercialização de seus dados. Não caia no truque

Martini ressalta que depois de denunciado, o provedor identifica seu domínio e bloqueia todos os seus envios. E não há jeitinho brasileiro que faça desbloquear, pois o caçadores de spam são em maioria entidades estrangeiras.

As alternativas são esperar o tempo do “castigo” passar ou alterar o domínio, nome da marca entre outras ações que nem se quer são cogitadas dentro das empresas.

Devemos também sempre respeitar a segmentação da nossa base, exemplo: quem pede para receber promoções, não quer saber sobre novidades e eventos. O resultado desse respeito? Menor índice de descadastros e denuncias de spam.







Construir ou ampliar uma base de e-mails não é tarefa fácil. Mas nada é fácil nessa vida .A compra de uma lista de e-mails pronta é muito mais rápido e mais fácil, mas isso é spam.


Double Opt-in e engajamento: Respeite seus clientes, construa uma base limpa, atraia com conteúdo.

A construção de um base qualificada leva tempo e, nesse caso, todo tempo é válido.

Existem muitas formas. Oferecer conteúdo, e-books sobre assuntos relacionados ao seu negócio, promoções e cupons de ofertas são bem atrativos quando se quer em troca a assinatura do cliente. Dependendo do segmento, o cadastro na loja física pode ser uma opção, o preenchimento do nome e e-mail num papelzinho, bem simples. É um processo mais demorado, mas certamente serão os contatos que mais trarão retorno em conversão e vendas.

Uma forma de evitar o envio de spam é a inserção do Double opt-in no momento do cadastro. O recurso envia um e-mail de apresentação da empresa, um texto de agradecimento pela assinatura, com um botão para a confirmação desse cadastro.



Veja o exemplo:

Mantenha uma base qualificada, com contatos que assinaram e cadastraram e-mails para receber seu conteúdo. Disponibilize informações interessantes, promoções atrativas e conteúdo interativo. Mantenha o relacionamento. É o engajamento do seu público com sua marca que vai fazer a diferença no retorno financeiro da sua empresa.

Conteúdo relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *