Blog

SEO para pesquisa por voz: saiba como fazer com dicas práticas de otimização

seo para pesquisa por voz“Ok, Google, como fazer otimização SEO para pesquisa por voz?”

Se você está lendo este conteúdo em um dispositivo móvel, há boas chances de você ter chegado até aqui com uma pergunta similar à essa. Segundo o próprio Google, a pesquisa por voz está entre as principais tendências para os próximos anos.

Praticidade, rapidez e eficiência são alguns dos motivos que levam os usuários a cada vez mais utilizarem a pesquisa por voz, ao invés do modelo de busca tradicional.

De acordo com a pesquisa State of Search Brasil 2 , cerca de 42% dos usuários fazem pesquisa por voz ou texto, enquanto 5% já costumam usar somente comandos de voz para realizar suas buscas online.

Na era da Alexa e de outros assistentes virtuais, essas pesquisas ficarão mais frequentes. Por isso, a otimização para buscas por voz deve ser integrada às estratégias de SEO, uma vez que é preciso acompanhar as mudanças de comportamento dos usuários.

Você já investe em uma estratégia de SEO para pesquisas por voz? Veja a importância e como começar com as dicas deste post!


seo para pesquisa por vozO crescimento das pesquisas por voz nos últimos anos

Uma das maiores vantagens da pesquisa por voz é que esse tipo de busca é adaptada para dispositivos móveis. Assim, a popularização dos smartphones e a facilidade de fazer pesquisas via comandos de voz são fatores importantes para esse crescimento.

Smart speakers e assistentes de pesquisas também impulsionaram o aumento das pesquisas de voz. Dessa maneira, as buscas tradicionais estão gradativamente cedendo espaço para o uso de comandos de voz.


seo para pesquisa por vozEstratégias para otimizar seu conteúdo para pesquisa por voz

As pesquisas por voz são uma tendência, mas você sabe como adaptar a sua estratégia de marketing para aproveitar as vantagens e sair na frente da concorrência? Se preparar e estar à frente da concorrência representa mais oportunidades de negócio!

Profissionais de marketing e SEO precisam se preparar para otimizar conteúdos pensando em ranquear para pesquisas por voz. As táticas de otimização adaptadas para atender comandos de voz são essenciais para o aumento do alcance orgânico.

Por isso, confira essas estratégias de otimização que têm comprovação de serem eficientes para pesquisas por voz.

1. Otimize seus conteúdos para Rich Answers

Em qualquer pesquisa no Google você já deve ter notado que um pouco abaixo dos primeiros resultados há uma área que diz “as pessoas também perguntam”. Ali, é possível ver algumas perguntas relacionadas e respostas rápidas sobre o tema.

Esses resultados são chamados de Rich Answers, e para isso os conteúdos devem ranquear na posição zero do Google — assim, automaticamente o conteúdo se torna a melhor opção para aparecer nos resultados de buscas por voz.

Segundo um estudo realizado pela SEMrush, cerca de 70% dos resultados de pesquisas por voz conseguem ocupar a posição de SERP Feature. Portanto, esse tipo de otimização será bem interessante para enriquecer suas métricas, sobretudo para suas taxas de tráfego orgânico.

2. Reestruture seu conteúdo pensando em comandos por voz

Você não precisa criar conteúdos do zero para que atendam as especificações de SEO das pesquisas por voz. Esse tipo de busca é caracterizado por ter um tom mais conversacional em comparação com as tradicionais.

Nesse contexto, é mais recomendável que se faça a reestruturação dos conteúdos para que sejam incluídas perguntas e respostas — além de melhorar o layout para que fiquem mais amigáveis às pesquisas por voz.

O Google dá preferência a conteúdos mais curtos e que respondem as dúvidas dos usuários de forma objetiva e direta, principalmente em buscas por comando de voz. Sendo assim, os resultados típicos dessas pesquisas costumam ter entre 29 e 41 palavras. Ou seja, as melhores classificações das pesquisas apontam que essa é a média que um conteúdo precisa ter para ranquear.

Outra dica é incluir FAQs (Perguntas Frequentes) no seu blog, site e páginas de produtos. Esses textos precisam ser curtos e ter palavra-chave, assim o Google avalia e percebe que aquele conteúdo responde a dúvida do usuário e o exibe como RicH Snippet.

Aprenda tudo para criar um eBook de qualidade

Baixe o material: Como Criar um Ebook do zero.

3. Use linguagem conversacional em seus conteúdos

Os textos com um tom de conversa, como esse que você está lendo, tem um desempenho melhor nos resultados de pesquisa. Isso acontece porque o Google não valoriza a linguagem robótica e a preferência é por conteúdos que utilizam linguagem natural e próxima do usuário.

Entender a intenção de busca é um ponto fundamental para saber como os usuários fazem as consultas por voz. O estilo de consulta da sua persona mostrará como você pode desenvolver conteúdos que levam em consideração o comportamento de seus potenciais clientes.

Aqui vão dicas que podem ajudar na identificação da intenção de busca da sua persona para adotar linguagem conversacional em seus conteúdos:

  • qual o estilo de conversação da sua persona?
  • quais perguntas seu público mais usa?
  • o que a sua audiência quer saber?
  • que tipo de palavras-chave os usuários estão usando?
  • quais respostas são mais adequadas para essas consultas?
  • quais são as respostas que apresentam melhor desempenho?
  • quais respostas são exibidas nos resultados de pesquisas por voz?

Essas respostas são únicas para cada negócio, não é uma receita pronta. No entanto, responder as perguntas acima ajuda a criar conteúdos únicos e que tem mais chances de aparecer nos resultados das buscas por comandos de voz.

4. Tenha foco em pesquisas mobile

O próprio Google já enfatizou que a indexação prioriza dispositivos móveis. Esse processo aconteceu em 2018 e o buscador continua aprimorando a classificação e avaliação de conteúdos com base nesse critério.

Conteúdos compatíveis com dispositivos móveis, que apostam em usabilidade e páginas de rápido carregamento tem mais chances de ranquear.

Segundo o Google, a criação de conteúdo compatível para dispositivos móveis é útil para melhorar o desempenho nos resultados de pesquisa feitas nesses aparelhos. Sendo assim, um dos critérios que o maior mecanismo de buscas do mundo utiliza é se a sua página tem compatibilidade com smartphones e tablets.

A partir disso, a pesquisa por voz apresenta maiores chances de ranqueamento por serem feitas justamente para atender a demanda mobile. O formato de pergunta, linguagem natural e outras táticas colaboram para que sua estratégia seja focada nesse tipo de busca. Dessa maneira, é possível aumentar o alcance e atrair cada vez mais visitantes para seu funil de vendas.

Aproveitando a deixa, que tal aprender a rankear seus conteúdos na posição zero com o Google Featured Snippet?

Saiba tudo sobre marketing digital e automação:



Mayara Mira

Jornalista, especialista em Marketing Digital e apaixonada por escrita e produção de conteúdo. Acredita que a vida é bem melhor com trilha sonora e tem playlists para todos os momentos da vida.

Veja mais conteúdos do autor

Leia também

Mas e aí, este post ajudou você? Então, leia também: