Dia do cliente: 9 dicas para vender mais

Eduardo BrumCapa

Dia do consumidor topo
Dia do consumidor topoO Dia do Cliente é comemorado o dia 15 de setembro. Criada pelo empresário gaúcho João Carlos Rego, a data surgiu como uma alternativa para movimentar o mercado em um mês que conta com dois feriados (dias 7 e 20).
Sabemos da importância de valorizar os clientes e entregar conteúdo de qualidade, mas: como fazer essas coisas da forma correta? Como proporcionar boas experiências, atingir a satisfação do público e, por consequência, fazer com que sua marca se destaque no mercado?

É para resolver esses questionamentos que estamos aqui 🙂

Separamos algumas dicas do que não pode faltar na sua estratégia para garantir a satisfação dos clientes, no 15 de setembro e em todos os outros dias do ano!


Aumento das vendas no Dia do ClienteAumento das vendas no Dia do Cliente

Um estudo realizado pela Social Miner, em parceria com a Opinion Box, revelou que 43% dos consumidores pretendem entrar na “onda” do Dia do Cliente e aproveitar os descontos da data. 37,3% considera que ainda pode ser convencido a comprar nesse período.

A pesquisa “Dia do Cliente 2019” mostra o que os consumidores consideram mais importante quando decidem onde irão comprar um determinado produto. Preços atrativos, boas condições de entrega e atendimento são algumas das atribuições destacadas.


O primeiro passo é reconhecer o problemaO primeiro passo é reconhecer o problema

É um clichê? É. Porém, é talvez uma das etapas mais importantes para qualquer empresa.

Uma boa parcela das marcas já compreendem a necessidade de qualificar seus serviços, visando melhores experiências aos consumidores. Um estudo feito pela CXTrends mostra que 55% das marcas estão insatisfeitas com o atendimento que proporcionam ao público

A pesquisa também mostra existe um outro lado, o que sequer acompanha o que os clientes pensam. Mais precisamente 35% das marcas cometem esse erro. Se você faz parte desse grupo, fique tranquilo: o primeiro passo é reconhecer o problema.


As pessoas querem boas experiênciasAs pessoas querem boas experiências

A NewVoiceMedia fez um estudo voltado para as preferências dos consumidores, mais especificamente sobre a experiência que eles têm com as marcas. A pesquisa mostra que 58% dos consumidores não voltam a comprar com uma marca que proporciona experiências negativas.

O mesmo levantamento indica, porém, que marcas que proporcionam experiências positivas têm tudo para aumentar seus resultados. 69% dos entrevistados recomendariam uma empresa que atendeu suas expectativas.


Você conhece os seus clientesVocê conhece os seus clientes?

Quando você conhece as preferências do seu público, quais são os seus interesses, é mais fácil produzir o tão falado conteúdo relevante. Ao definir suas buyer personas, você vai agir de acordo com que os clientes desejam e não simplesmente produzir o que julga importante.

Conhecer as principais dificuldades dos clientes, quais as motivações deles e seus objetivos, a longo e curto prazo, são exemplos do que se busca entender ao realizar estudos de buyer persona. Elas podem ser obtidas através de entrevistas e/ou pesquisas com o seu público como um todo, dependendo do que for mais efetivo para estabelecer os perfis.


Sabe onde encontrá-losSabe onde encontrá-los?

Os clientes costumam usar redes sociais? Quais? Com quais finalidades? Eles usam essas redes para buscar produtos, para se informar

Saber a resposta dessas perguntas pode ajudar você a definir quais canais sua marca deve estar e o quão presente ela deve ser neles. Tendo esse tipo de informação, você passa a produzir conteúdo em canais acessados com maior frequência pelas pessoas que podem se interessar pelo seu negócio.


Automatizar sem robotizarAutomatizar sem robotizar 

A ideia de automação é, muitas vezes, associada a um processo robotizado, o que não é necessariamente verdade. A automação de marketing deve ser um facilitador entre quem pretende vender algo e quem pode comprar, e não uma ferramenta que afaste as duas partes.

Um dos principais benefícios de utilizar softwares de automação de marketing é conseguir estabelecer uma comunicação com o público de acordo com os seus interesses. Com essa estratégia, você otimiza seu tempo, pois não precisará repetir uma série de processos todas as vezes que desejar fazer alguma ação. 


Email Marketing SEMPRE ajudaEmail Marketing SEMPRE ajuda

O canal que apresenta melhor retorno sobre investimento é, definitivamente, uma boa alternativa para suas estratégias de marketing e vendas. O email marketing permite que você estruture uma comunicação com seu público, considerando o que interessa a cada um dos contatos, trabalhando ações de relacionamento e oferecendo o que sua marca tem de melhor.

Para estabelecer uma comunicação mais efetiva e de acordo com as preferências do consumidor, você pode criar fluxos automáticos de envios. Eles permitem a identificação de ações feitas pelos contatos e, depois de um determinado período, podem realizar algum tipo de atividade.

Um exemplo de automação de email marketing: uma pessoa acessa o seu site e se cadastra em formulário para participar da newsletter; assim que ela se cadastra, recebe um email de confirmação, com algumas informações complementares; depois disso, ela passa a receber os demais envios.


Manter as equipes de marketing e vendas integradas tambémManter as equipes de marketing e vendas integradas também

Alinhar as equipes de marketing e vendas é sempre um desafio, mas não é nada impossível. Pelo contrário: existem práticas (e até mesmo softwares) que fazem dessa missão muito mais simples.

Quer outro exemplo?

Se você trabalha em alguma área que envolva relacionamento com o público já deve conhecer algum serviço de CRM. Eles permitem o gerenciamento de dados sobre os contatos, sejam clientes, pessoas próximas de se tornarem clientes ou mesmo alguém que começou a falar com você recentemente.

Integrando esses serviços de CRM com softwares de automação de marketing, por exemplo, você pode direcionar informações relevantes de um canal para outro. Com isso, é possível encaminhar detalhes dos contatos mais engajados com suas ações de marketing para a equipe de vendas, possibilitando assim que ela entre em contato apenas com oportunidades reais de venda.


Sua reputação é importanteSua reputação é importante

Voltando ao estudo Dia do Cliente 2019 (Social Miner/Opinion Box). Os participantes, ao serem questionados sobre o que faria eles não comprarem nessa data, destacaram que notas baixas em sites de reputação impactam diretamente na decisão final. 

Esteja sempre atento ao que as pessoas podem comentar sobre sua marca em canais como o Reclame Aqui, na fanpage do Facebook ou mesmo na timeline do Twitter. Quando encontrar alguma reclamação, não se desespere. Entenda o problema relatado e busque encontrar formas de resolvê-lo, apresentando, de forma pública, uma resposta ao comentário feito. 

No caso do Reclame Aqui, por exemplo, uma das informações sobre sua marca é o número de reclamações respondidas, ou seja, a quantidade de vezes que um consumidor registrou uma reclamação e a empresa apresentou algum retorno sobre ela. 

Social CRM: o que é?


Como falamos no início do post, essas dicas devem ser aplicadas não só no Dia do Cliente. Assim, você consegue aproveitar datas especiais, como essa, mas não deixa de ter bons resultados ao longo do ano 😉

Se quiser saber mais sobre marketing digital, acompanhe o nosso blog e assine nossa newsletter!


Referências:

https://conteudo.socialminer.com/pesquisa-dia-do-cliente-2019
https://www.newvoicemedia.com/en-us/resources/research-and-reports