Blog

Outbrain: como usar a plataforma de anúncios nativos na sua estratégia

outbrain

Há quem acredite que o marketing digital já está ficando saturado e que é difícil encontrar novos meios para se diferenciar entre a concorrência. Muitas empresas usam a mesma estratégia, com técnicas e ferramentas similares. Enquanto isso, basta explorar um pouco para encontrar novos meios de inovar.

O uso de ferramentas que são menos exploradas pode ser o pulo do gato para fazer a sua estratégia bombar. O Outbrain é uma dessas possibilidades, pois a plataforma tem a capacidade de espalhar conteúdo para mais de 55 países e atualmente alcança milhões de pessoas.

Parece bem interessante, não acha? Além disso, saiba que a plataforma ainda não é tão conhecida no Brasil — o que abre uma brecha ainda mais proveitosa, já que a concorrência e você poderá desbravar esse território de oportunidades.

Agora, chega de enrolação e vamos ao que interessa!


outbrainO que é Outbrain?

O Outbrain é uma plataforma criada em 2006 por Yaron Galai e Ori Lahav. Eles criaram a ferramenta com a ideia de replicar a experiência que temos ao virar a página de papel e descobrir o que vem em seguida — só que em vez de mídia impressa, isso seria feito na web.

Assim surgiu a plataforma de anúncios nativos que se difere dos já conhecidos anúncios pagos — que muitas vezes são irritantes para os usuários — mas que também se aproxima do tráfego orgânico. Em outras palavras, o Outbrain surgiu para ser um meio termo entre os dois.

De forma resumida: o Outbrain utiliza anúncios nativos, que é um formato de publicidade entregue por meio de conteúdos. Assim, a intenção continua sendo converter o usuário, porém se usam de artimanhas mais discretas.


outbrainComo essa ferramenta funciona?

O foco na publicidade nativa é proporcionar uma experiência de navegação tentando não atrapalhar o usuário. Isso acontece porque o Native Ads faz a linkagem de conteúdos similares, o que aumenta o tráfego sem incomodar. Portanto, o formato de anúncio do Outbrain é mais utilizado em postagens de blogs.

O anúncio nativo recebe esse nome porque muitas vezes você clica sem nem saber que se trata de um link patrocinado, já que parece muito mais uma recomendação orgânica do próprio blog. É nesse detalhe que o Outbrain conquista trabalha para aumentar as suas conversões.

Por ser bem mais discreto, não espanta os usuários, como naqueles casos em que pulam dezenas de anúncios quando uma página é aberta. Além disso, tem como uma das principais vantagens a possibilidade de aumentar a taxa de conversão devido às recomendações personalizadas para os usuários.

Só para que você saiba, aqueles portais de notícias muitas vezes utilizam a plataforma para manter o usuário navegando entre as matérias. Ou seja, dá para entender melhor como funciona, certo? Então, por que não usar essa mesma estratégia no seu blog?


outbrainPor que utilizar anúncios nativos?

O marketing de conteúdo é uma das estratégias mais efetivas dentro do marketing digital. Além de ser aplicada em diferentes ações, é uma forma de estabelecer uma relação com o público, fortalecer a marca e gerar novas oportunidades de vendas.

Uma vez criada a estratégia, a utilização de anúncios nativos se encaixa como uma luva. Esse tipo de publicidade é adicionado de maneira orgânica no conteúdo — o que é muito importante para não arruinar a experiência de navegação do usuário com banners e outras formas de links patrocinados.

Ao contrário do que pode parecer, o intuito do anúncio nativo não é enganar o consumidor. Na verdade, é um caminho para que a publicidade não seja tão agressiva.

Quando falamos em conteúdo, isso não significa apenas materiais escritos. O anúncio nativo também pode aparecer em outros formatos, entre eles:

  • fotos;
  • vídeos;
  • slides.

O principal objetivo do Outbrain é não atrapalhar o usuário, o que comumente acontece com o Google Ads — é só pensar naquelas propagandas que insistem em aparecer no início e meio de vídeos do YouTube.


outbrainComo começar a sua estratégia no Outbrain para converter mais?

O Outbrain é mais utilizado em portais de notícias cadastrados. Dessa forma, os anúncios podem ser exibidos de diferentes maneiras.

Uma delas é chamada de smartfeed, em que os anúncios nativos aparecem em feeds de notícias ou enquanto o usuário navega em alguma plataforma cadastrada. Outra alternativa são os anúncios exibidos em meio aos artigos enquanto o usuário está lendo o conteúdo.

Também existe a opção de links patrocinados em resultados de pesquisas, que aparece quando você utiliza a ferramenta de lupa para realizar uma busca dentro do portal. Desse modo, o resultado pode ser um anúncio do Outbrain.

Os módulos e widgets de recomendação são aqueles exibidos no final do conteúdo ou nas barras laterais e contém sugestões relacionadas. Por último está a listagem de artigos, que mostra opções sequenciais para que o internauta escolha o que quer ver a seguir.

Agora, acompanhe como começar a usar essa plataforma na sua estratégia de mídia paga!

  • Acesse o site do Outbrain e clique para abrir a barra superior do lado direito
  • Escolha a opção “Anunciantes” e depois em “Anuncie Conosco”
  • Vá até o fim da página e escolha a opção “Register”
  • Escolha o tipo de campanha de anúncio que você deseja fazer
  • Adicione os dados pedidos, como nome completo, e-mail corporativo, cargo, telefone corporativo e site
  • Depois, escolha a quantidade de pageviews que você deseja por mês (as opções vão de menos 250 mil a mais de 100 milhões)
  • A partir de então, comece a definir a duração da campanha, a segmentação de acordo com a persona, os interesses e o comportamento
  • Então, chegou o momento de definir o orçamento da campanha e quanto você deseja pagar pelo clique
  • Coloque a campanha no ar!

Assim como em qualquer outra campanha de anúncios, o acompanhamento de métricas é fundamental. Veja os números, analise os dados e realize os ajustes necessários para melhorar o desempenho. A otimização dos anúncios é uma etapa importante para que seu ROAS seja mais positivo.

O Outbrain é uma ferramenta que possui vantagens incríveis para a sua estratégia de mídia paga. Esse formato mais sutil e “invisível” consegue entregar resultados melhores e sem incomodar os usuários. Dessa maneira, você consegue o que queria e os internautas conseguem navegar sem se estressar com a sua marca aparecendo em centenas de anúncios o tempo inteiro.

Gostou do conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais!

O que acha de expandir a sua estratégia de marketing com o Dinamize Automation?

Conheça agora!

//erro de parsing
Mayara Mira

Jornalista, especialista em Marketing Digital e apaixonada por escrita e produção de conteúdo. Acredita que a vida é bem melhor com trilha sonora e tem playlists para todos os momentos da vida.

Veja mais conteúdos do autor

Leia também

Mas e aí, este post ajudou você? Então, leia também: