Infográfico: #somostodosmacacos

DinamizeAtualizações Livebuzz, Dica, Livebuzz, Marketing Digital0 Comments

chamada-720-480

chamada

Ação contra o racismo mobiliza as redes sociais e hashtag  #somostodosmacacos ganha repercussão internacional

De acordo com Livebuzz, repercussão maior foi no Twitter, apesar da ação ter sido deflagrada no Instagram.

Eram trinta minutos do segundo tempo do jogo Villarreal X Barcelona quando o brasileiro Daniel Alves – titular da equipe catalã se encaminhou para bater um escanteio. Uma banana, então, foi atirada em sua direção. O lateral reagiu de forma inesperada para o público e certamente também para o agressor: pegou a fruta, descascou-a e comeu. Imediatamente, a sequência de imagens começou a ser reproduzida por centenas de pessoas, que elogiaram a atitude do jogador. No domingo (27) à noite, em apoio ao companheiro de clube, Neymar Jr publicou uma foto em sua conta no Instagram segurando uma banana ao lado do seu filho Davi Lucca com a legenda #somostodosmacacos.

Confira os dados no infográfico.

infografico-macacos

 

De acordo com o monitoramento realizado pelo Livebuzz, foram coletados 141.432 posts no Twitter, Facebook e Instagram utilizando a hashtag #somostodosmacacos. Entre anônimos, chefes de estado, jornalistas e celebridades, dezenas de jogadores de futebol também aderiram à campanha e postaram fotos em seus perfis, entre eles Mário Balotelli (Milan), Roberto Carlos, Lucas (PSG) e Falcão (Futsal). Além disso, inúmeros perfis ligados à imprensa internacional como AFP, BBC e Al-Jazeera também publicaram a hashtag aumentando a repercussão da ação.

Mais uma vez, o Twitter levou vantagem, apesar da campanha ter sido iniciada no Instagram. De acordo com o levantamento, 74,3% das mensagens com a hashtag #somostodosmacacos foram do Twitter. 24,87% do Instagram e 0,51% do Facebook.

Contudo, devemos levar em consideração que no Facebook há inúmeros filtros de privacidade que impedem que os perfis sejam monitorados em sua totalidade, o que pode gerar uma discrepância nos dados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *