5 principais motivos que levam ao descadastro da lista de emails

Redação Dinamize MKTAtualizações do Mail2Easy PRO, Capa, Dica, Dicas do Mail2Easy PRO, Mail2EasyPro, Marketing Digital

Só quem trabalha com email marketing sabe:  é necessário chamar a atenção dos destinatários para conseguir aquela boa taxa de abertura, mas pior do que falhar nisso, é ter um alto indice de descadastro da sua lista.

Isso quer dizer que você perdeu a oportunidade de enviar conteúdos à caixa de quem poderia ser seu cliente. Este é um fator que prejudica muito a conversão.

Frequente ou não, o descadastro acontece, mas alguma vez você já se perguntou:

“Por que as pessoas se descadastram?”
“O que leva elas a fazerem isso?”
“Como esse problema pode ser revertido?”

Conheça os 5 motivos mais comuns pelos quais as pessoas pedem descadastro de listas de email:


1. Os emails não foram solicitados pelos seus contatos
Pensamento do destinatário:
“Por que eu recebi email dessa loja se nunca me inscrevi?”

Imagine a seguinte cena:
Você abre sua caixa de entrada e se depara com um email de uma empresa desconhecida, ou talvez que possa até conhecer, mas sabe que nunca deu seu contato para receber informações.

Isso tem grandes chances de já ter acontecido com você como destinatário, e mostra como existem empresas que cometem o erro de comprar listas de emails ao invés de apostar em uma base opt-in.


Qual seria a sua atitude?
Provavelmente você iria descadastrar da lista, ou até denunciar como spam, considerando que você não solicitou os emails que recebeu e por causa disso não é um cliente em potencial.

No entanto,  muitas empresas pecam ao pensar que enviar emails para uma grande quantidade de contatos irá trazer algum tipo de retorno. Apostar em listas compradas ou construídas de endereços aleatórios é o mesmo que divulgar seu negócio para pessoas que não são o seu alvo, mostrando como essa atitude é cega e ineficiente.


Solução:

Construa uma base Opt-in

Para não correr esse risco e ter menos um motivo para o cancelamento dos seus emails, invista em uma base de contatos qualificada, inserindo endereços que autorizaram o recebimento dos seus conteúdos. Assim seus envios serão mais efetivos e rentáveis.


2. Excesso de envios
Pensamento do destinatário:
“Esses emails estão lotando minha caixa”

Se você dispara muitos emails seguidamente para a sua base, saiba que esse pode ser um dos principais motivos para que os destinatários percam o interesse de receber suas informações e assim optem por se descadastrar.

Isso vale inclusive para as newsletters de conteúdo, que avisam sobre novas publicações nos blogs das empresas, por exemplo. Você pode até ter conteúdos bem bacanas e que chamem a atenção, mas enviar mais do que três emails por dia para o mesmo público  afasta futuros leads.

Segundo a AutoPilot, agência de marketing norte-americana, empresas que enviam email marketing aos contatos de 2 a 4 vezes por semana geram duas vezes mais clientes em comparação àquelas que fazem disparos de 4 a 12 vezes no mesmo período.


Solução:

Como diria um famoso meme, “Meça suas palavras, parça!”

Não estamos falando que você deve reduzir drasticamente seus envios, mas a grande dica é para ter o cuidado de não lotar as caixas de entrada. O ideal mesmo é estabelecer uma frequência para os seus emails, poupando o leitor e evitando que ele clique no famoso e temido “descadastre-se”.


3. Os emails são limitados a promoções ou ações comerciais
Pensamento do destinatário:
“Não aguento mais receber ofertas”

Outro motivo muito comum que leva as pessoas a cancelarem o recebimento de emails, é por elas percebem que suas mensagens se limitam apenas a promoções. Obviamente, se a pessoa se cadastra em sua base com a finalidade de receber promoções, isso é diferente.

Mas nos demais casos,  ser contatado apenas para a compra de produtos ou serviços é um fator negativo, assim como a razão que mencionamos no item acima, sobre a quantidade excessiva de emails.

“Ah, mas eu envio também coisas sobre a minha marca”.

Essa observação abrange isso inclusive, pois assim como o envio restrito de ofertas fica parecendo spam, emails que se preocupam exclusivamente em enaltecer o seu próprio negócio ou marca através de ações comerciais são como um imã para o fatídico descadastro. É exatamente como se alguém batesse na sua porta todo dia querendo vender alguma coisa, lhe dando um panfleto, ou para lhe chamar para mostrar as últimas fotos que tirou.

Complicado de lidar, não é mesmo?

É claro que você deve usar o email como uma ferramenta de marketing, pois ela tem um grande potencial para conversões, mas isso não significa bombardear sua lista com preços, por mais atraentes que eles sejam. Portanto, bom senso nessa hora é tudo.


Solução: Ao enviar promoções através do email para seus clientes, é aconselhável alterná-los com mensagens que tenham conteúdo útil para o seu público, contribuindo para que os seus disparos sejam bem recebidos pelos leitores ao trazer algo relevante a eles.

Por exemplo, a cada 5 emails enviados com conteúdo interessante aos seus contatos, envie 1 com ação promocional. Assim você cria um fluxo muito mais inteligente de disparo.


4. Os emails não têm conteúdo que agregam valor
Pensamento do destinatário:
“O que eu ganho com isso?”

Imagine só uma pessoa que se inscreveu para receber material sobre marketing digital avançado abrir a caixa de entrada e se deparar com um guia sobre turismo. Ou então alguém que acompanha um site focado em moda receber por email dicas de decoração.

Isso cria o que chamamos Graymail, e já explicamos aqui no blog sobre isso. Como explicado no item anterior, é preciso investir em conteúdo para alimentar o interesse do seu público pelos seus emails, mas isso precisa ser feito com lógica e sobretudo segmentação correta.

A falta de conteúdo relevante frustra as expectativas dos leitores, que acabam não sendo atendidas e levam isso a ser um dos principais motivos para “cortar relações” com os seus disparos. Considere que, se alguém se cadastrou para receber emails do seu negócio, é porque existe ao menos um interesse  na utilidade das informações que você fornece ou algum benefício ou experiência positiva.

Não cumprir essa promessa pode ser o fim de oportunidades que você tinha até então com o seu alvo. Isso ainda é recorrente com muitos blogs, empresas e profissionais que garantem nos formulários de inscrição mundos e fundos para conseguir mais assinantes, mas perde todo o sentido no momento em que a ideia não sai do papel e o descadastro acontece. Além de aumentar o percentual de descadastro, isso prejudica a imagem do seu negócio.


Solução:
A premissa inicial para produzir um conteúdo que agregue valor ao público é conhecer bem quem você quer atingir. Portanto, ao entender o perfil do seu alvo e o que ele gosta, o próximo passo é adaptar isso aos seus emails. Aposte em conteúdos interessantes a essas pessoas e envie histórias inspiradoras que tragam motivação, relacionando com os propósitos associados ao que você vende.


5. Os emails não estão adaptados às preferências das listas
Pensamento do destinatário:
“Nada disso me interessa”

Semelhante ao item anterior, mas um pouco mais grave. Existem casos em que, na hora do cadastro, o site oferece ao leitor a oportunidade de selecionar uma ou mais categorias de emails que quer receber, como promoções, boletins informativos, eventos, por exemplo. Isso é extremamente importante, pois segmenta o publico já na entrada da sua base. No entanto, após definir suas preferências, pode acontecer de algum contato ser adicionado a outras listas, fazendo com que ele receba conteúdos que não solicitou e consequentemente rompendo a assinatura realizada.

Qual o seu comportamento ao estar em um supermercado e algum expositor querer te dar alguma amostra de algo que você não gosta? O mesmo acontece com o recebimento do email marketing que é “empurrado”. Esse comportamento de recusa deve ser esperado também quando alguém da sua base recebe um email que não é interessante para ele – até porque foi por isso que ele não solicitou.

Esse erro se torna um dos motivos para que os seus clientes em potencial decidam parar de ter contato com as suas mensagens, diminuindo uma das formas de acesso ao que você vende.


Solução:
Respeitar a segmentação sempre e utilizar o recurso de descanso de base no caso de enviar por engano para uma lista. Ao “dar um tempo” no envio para os clientes, a chance deles se reengajarem é bem maior.

E você, concorda com todas essas observações serem motivo de descadastro? Adicionaria mais alguma razão à lista? Compartilhe com a gente.


Gostou deste artigo?

Faça o download


Edição por Gabriela Giacomini – Jornalista
Diagramação e revisão por Francis Fussiger – Analista de Marketing digital


Fontes:
https://carlosguerraterol.com/razones-darse-de-baja-lista-email/
http://optinmonster.com/5-reasons-why-people-unsubscribe-from-your-email-list/
http://blog.autopilothq.com/why-people-unsubscribe-from-emails/


Deixe um comentário