Spam – O que é e como evitar que seu email seja considerado spam

Por Capa, Dicas, Email Marketing, Geração de Leads, Marketing Digital

spamEmail de spam, ou também conhecido como lixo eletrônico, é uma mensagem indesejada recebida normalmente por um contato não autorizado a enviar mensagens à você. Os emails de spam mais comuns são para fins comerciais, mas também podem ter como objetivo afetar o computador do seu destinatário com algum vírus.

Em 1978, um gerente de marketing chamado Gary Thuerk realizou um envio de email em massa, anunciando a promoção de um novo modelo de computador. Esse envio foi feito para aproximadamente 400 pessoas e gerou uma receita de quase U$ 13 milhões.

Apesar da grande receita gerada, esse também ficou conhecido como o primeiro envio de spam da história do email, pois ele não tinha autorização para realizar envios para aqueles contatos. Então, tão rápido quanto alguns destinatários compraram, outros iniciaram as reclamações do envio não solicitado.


o que e spamO que é Spam?

A expressão “spam” é , originalmente, uma palavra usada para referir-se a um produto alimentar, um tipo de carne enlatada.

O termo spam passou a ser usado também para referir-se a mensagens não solicitadas após o grupo humorístico britânico Monty Python usar essa palavra, de forma exaustiva, em uma de suas esquetes. Veja aqui o vídeo com a referência.

Independente da origem da expressão, email spam é toda mensagem não solicitada, seja pela autorização prévia ao remetente, ou pelo conteúdo enviado. Em “mensagem não solicitada”, significa que o destinatário daquele email não concedeu permissão para que o envio da mensagem fosse realizado.


o que e spamDiferença entre email marketing e spam

A principal diferença entre email marketing e spam está na permissão do endereço de e-mail do destinatário. Ou seja, um spammer é quem envia uma grande quantidade de emails para destinatários que não autorizaram previamente este envio.

email marketing é o envio de email onde os contatos concordaram previamente com o recebimento das mensagens.

Portanto, o significado de spam está em mensagens indesejadas. Mesmo que você tenha a permissão de um contato, se o conteúdo da mensagem não foi o que o destinatário concordou em receber e, dessa forma, não é de interesse dele, seu email pode ser considerado spam.

Muitos ainda acham que envios de spam são apenas aqueles feitos para roubar dados de destinatários. Esses tipos de mensagens de spam têm uma classificação específica no mundo do email, são os chamados “Golpes de Phishing”.

Os Golpes de Phishing são realizados através do envio de email em nome de alguém sem autorização, com o intuito de enganar seus destinatários para que forneçam dados pessoais (como por exemplo, senhas, contas bancárias, etc) ou até para espalhar softwares mal-intencionados/vírus.

Assim, mesmo que seu envio marketing seja para divulgar seu produto ou serviço e não tenha a intenção de roubar dados, mas você não tem a permissão prévia de enviar o conteúdo que está enviando, sua mensagem é um spam e pode cair na caixa de spam.


evitar spamComo funcionam os filtros anti-spam

Bem como não gostamos de ter nossa caixa de emails lotada de diferente tipos de spam, os provedores de email também não gostam de recebê-los, pois geram processamento de dados, armazenamento desses emails não solicitados e também reclamações por parte dos usuários.

Por essa razão, boa parte dos provedores possuem filtros anti-spam, com objetivo de rejeitar mensagens indesejadas ou até direcioná-las para uma pasta específica, separando-as das mensagens reais, a caixa de spam.

Cada filtro anti-spam possui suas regras e características específicas. E, sempre que, identificado suas regras e vulnerabilidades, são atualizados, criando novas regras para evitar o recebimento de mensagens de spam.

Provedores como o Gmail, possuem filtros com base nas validações de interesse dos usuários, utilizando o comportamento deles em mensagens de email prévias, ou até mesmo em buscas recentes no Google. Ou seja, o engajamento de seus contatos é crucial para uma boa entregabilidade com o provedor.

Veja também: Por que meu email chegou na aba de promoções do Gmail?

Já a Microsoft (Hotmail, Outlook, Live, MSN, etc), por ser o mais antigo provedor de email gratuito, possui um problema ainda maior: muitas contas de email não existem mais. E fazer tais verificações se o endereço de email existe ou não em grandes volumes, certamente sobrecarrega seus servidores.

Por isso, a Microsoft avalia pontos como a quantidade de mensagens que o destinatário envia para endereços de email que já não existem mais, denúncias de spam e até o percentual de contatos que interage com os emails que você envia. Portanto, quanto mais envios você realizar para a Microsoft e menos pessoas abri-los e respondê-los, maior será a chance dos seus próximos envios cair na caixa de spam do Outlook, por exemplo.


o que e spamComo evitar que a sua mensagem chegue na caixa de spam

Agora que você sabe as decisões que podem afetar a entrega dos seus emails na caixa de entrada, veja as dicas a seguir para ficar longe da pasta de spam:


Obtenha a permissão de seus leads e clientes

O primeiro item que diferencia a sua mensagem de email marketing de uma mensagem indesejada de spam é a permissão de seus contatos. Por isso, certifique-se de que tem a permissão de todos os destinatários que você está enviando mensagens em grande quantidade.

Construir uma base de leads qualificada exige esforço e demanda tempo. Uma boa maneira de começar é conhecendo estes futuros contatos e saber o que pode interessá-los. Dessa forma, você poderá atrair novos leads através de conteúdo relevante e ainda obter a sua permissão de envio de forma saudável.

Nem é preciso mencionar que comprar listas de email está longe de ser uma ação saudável. Realizar envios de email para bases de email compradas é imediatamente considerada uma ação de spam e crime em diversos locais do mundo.


Mantenha o link de descadastro em seu email marketing

Por mais óbvio que isso possa parecer, muitas empresas não incluem o link de descadastro em todos os seus emails marketing. Sendo que, em muitos países, é uma prática de spam e ilegal.

Portanto, inclua o link de descadastro em todas suas mensagens e não dificulte o opt-out. O usuário pode acabar denunciando seu remetente como spammer, simplesmente porque deseja parar de receber suas mensagens.


Envie conteúdos relevantes

Recebemos diariamente uma quantidade imensa de emails, seja emails reais ou emails de spam. Por essa razão, é importante que seu conteúdo se destaque dentre os outros para que seu lead tenha interesse em continuar recebendo e abrindo suas newsletter.

Explore os conteúdos que hoje são divulgados em seu blog, por exemplo, para dentro do email marketing. Vídeos novos em seu canal do Youtube, por exemplo, também podem ser divulgados por email marketing, entre outros conteúdos produzidos pela sua empresa.


Crie mensagens personalizadas

Ao invés de enviar uma mensagem igual a todos os seus contatos, crie emails personalizados com informações que você possui sobre seus leads. Além disso, a personalização de emails vai muito além do “Olá *Primeiro_Nome*…”.

Portanto, utilize sua criatividade e personalize imagens de acordo com as informações que você tiver sobre seu cliente, para deixar sua mensagem muito mais pessoal e fazer com que ela fique longe da caixa de spam.


Segmente seus leads por interesses e comportamentos

Imagine que você se cadastrou em uma loja virtual que vende roupas, marcando que tem interesse em roupa feminina e começa a receber promoções de roupas masculinas. O seu engajamento com emails posteriores dessa marca será menor, correto? Isso se não decidir se descadastrar.

Por isso, segmente leads e clientes por suas etapas na jornada de compra, além de seus interesses, além de comportamentos no site. O recurso Lead Tracking, disponível em ferramentas de automação de marketing, como o Dinamize Automation, podem realizar esse tipo de mapeamento de páginas visitadas. Ou seja, permite que seu email seja muito mais direcionado, evitando filtros anti-spam e também contribuindo para a aumentar a taxa de conversão de seu email marketing.


Faça manutenção de sua lista de contatos frequentemente

Mesmo que você tenha 100% de sua base composta por contatos que se cadastraram em algum momento para receber seu email marketing, quem disse que esta autorização que o contato lhe deu para receber seus envios era para sempre?

Quando você realiza diversos envios para um contato durante um período e o contato não realiza nenhuma interação com estes, o provedor que está recebendo, entende que o seu destinatário não tem interesse em seu conteúdo.

Deste modo é necessário realizar uma manutenção frequente de sua base de contatos. Realizando pesquisas para saber quais conteúdos desejam continuar recebendo, qual frequência e até se você pode seguir enviando emails à eles.

Caso não tenha retorno, coloque os contatos de lado, deixando-os em descanso, por exemplo. Além disso, tenha cuidado com envios de email para contatos inativos, pois muitos podem ter se tornado spamtraps.

Portanto, agora que você entende o que é spam e como uma mensagem pode ser considerada spam é importante ficar atento a todas as boas práticas apresentadas acima e aumentar o alcance de seu conteúdo de forma inteligente gerar leads e conteúdo relevante para seus clientes.

Leia também: O que são Blacklists – Saiba como funcionam


Referências:

Unsung innovators: Gary Thuerk, the father of spam | Computerworld

O que acha de expandir a sua estratégia de marketing com o Dinamize Automation?

Conheça agora!


Autor


Caroline Gomes - Diretora de Conteúdo e Ensino na Dinamize
Caroline Sands

Especialista em E-mail Marketing e Entregabilidade de Email, trabalho a mais de 7 anos diretamente com a implementação de softwares de e-mail marketing e automação de marketing digital na empresa Dinamize.

Veja conteúdos do Autor

+ Sobre o Autor