Spamtraps – O que são e como evitá-los

Caroline GomesCapa, Dicas, Dicas do Dinamize Automation, Dicas do Dinamize Mail, Email Marketing

Spamtraps - O que são e quais ações podem ser tomadas para identificá-los e evitá-losSpamtraps são armadilhas criadas para identificar quem envia emails para contatos inexistentes ou para endereços que estão há muito tempo sem abrir emails. Elas são criadas por provedores de email, empresas que vendem serviços de filtros anti-spam ou até mesmo empresas que visam o combate ao spam.

Um email spamtrap pode ter sido uma conta de email verdadeira em algum momento ou então ser muito similar a um endereço de email real. Ao enviar um email para um spamtrap, a resposta do provedor será de aceitação da sua mensagem. Isso garante que essas armadilhas de email sejam cada vez menos identificáveis.

Para que servem os endereços de email spamtraps:

  • Identificar quem compra listas de emails;
  • Verificar quem não analisa os erros de envios de email;
  • Reconhecer quem não realiza higienização e manutenção da base de contatos de forma adequada.

Essas práticas analisadas pelos Spamtraps afetam o desempenho dos envios de email marketing e, consequentemente, a receita de sua empresa.


Quais são os tipos de armadilhas de email mais comuns

Existem dois tipos de spamtraps conhecidos, os reciclados e os puros. Veja abaixo como identificá-los em sua lista de email:

Um spamtrap muitas vezes passa despercebido ao entrar a partir de alguma importação de base sem validação da origem dos contatos, além de que muitos contatos que deixam de ser ativos, passam a ser spamtraps em provedores da Microsoft.Spamtraps reciclados

Os spamtraps chamados de reciclados são mais comuns para endereços de provedores públicos, como Hotmail, Gmail etc. Um spamtrap reciclado é um endereço de email que um dia já foi real, mas que, devido ao tempo que o usuário está sem acessar a caixa de email, o provedor decidiu inativá-la.

Quando isso ocorre, os provedores respondem aos remetentes que enviam mensagem para o contato que o endereço está indisponível, ou seja, um erro temporário.

Se o usuário voltar a acessar a conta de email após um determinado período (que varia de acordo com cada provedor), ele consegue reativá-la. Desta forma, novas mensagens podem ser enviadas a ele.

Entretanto, passado um período limite, o provedor pode decidir por inativar, em definitivo, a conta de email. Dessa forma, ao enviar um email para um contato inativado pelo provedor, a resposta desse provedor será de que a conta de email enviada é inexistente (erro definitivo).

É nesse momento que você, como responsável pelos disparos de email, deve fazer o controle na base de contatos. Na plataforma de email marketing, o contato deve ser marcado como inválido, evitando assim que ele participe de outros envios. Você também pode entrar em contato com o cliente por outro canal, solicitando a atualização do endereço de email.

Tempo que os provedores podem levar para desativar uma conta

Tempo que cada provedor avalia de inatividade para tornar uma conta inválida e posteriormente um spamtrap

Esses endereços de email inativos não podem ser usados por novos usuários. Se isso acontecesse, acarretaria em muitos problemas para o provedor, como por exemplo, pessoas enviando mensagens para um endereço que já é de outro contato.

Por essa razão, muitos provedores escolhem endereços inválidos para se tornarem spamtraps reciclados. Com isso, assim que um email se torna um spamtrap, qualquer contato que enviar mensagens à ele após isso terá uma resposta de confirmação de recebimento. Isso acontece porque, a partir dessa mudança, o email volta a ser considerado um endereço ativo.

Caso a frequência ou volume de envios que você realize para esses endereços spamtraps seja alto, é nesse momento que o provedor começa a baixar sua reputação, podendo levar seus envios para outros destinatários do mesmo provedor para a caixa de spam, ou até bloqueando seu IP ou domínio em próximos envios.

Como identificar spamtraps reciclados

Esses endereços de email são difíceis de ser identificados por se tratar de endereços que um dia foram reais. Ou seja: você até já pode ter interagido com esse email em algum momento.

Como você viu anteriormente, um endereço de email só se torna um spamtrap depois de um longo tempo sem interação (já que o usuário não acessa sua caixa de email). Portanto, se você tiver contatos que estão há um longo tempo sem abrir seus emails, considere descartá-los de sua lista de contatos.


Veja como identificar os spamtraps puros, que são endereços de email criados com o objetivo de identificar quem faz captação de contatos de forma irregular como com o uso de programas para buscar todas as informações de uma página que possuam @Spamtraps puros

Spamtraps puros são endereços de email criados especificamente para essa finalidade. Eles se parecem com endereços reais (@rotmail.com, por exemplo). Esse tipo de spamtrap é incluído em diferentes espaços, como fóruns, blogs e sites.

Como identificar spamtraps puros

Mas como eles chegam até minha base? As opções são as mais variadas, mas as comuns são: compra de lista, formulários do site e erros de digitação no cadastro do email, bem comum quando há cadastro presencial.


O que pode acontecer se enviar emails à um?

As consequências de enviar emails à contas spamtraps são as mais diversas, porém há alguns pontos que podem afetar o impacto que sua marca pode sofrer. Como por exemplo: o tipo de spamtrap que foi enviado, o número de vezes que você enviou emails para o mesmo endereço de spamtrap, a quantidade de spamtraps que você enviou e também o conteúdo que você está enviando para esse endereço falso.

Ao possuir esse tipo de endereço em sua base, algumas dos possíveis efeitos em seu domínio e infraestrutura serão:

  • Inclusão de domínio e/ou IP em blacklist: Seu domínio e/ou IP poderão ser incluídos em blacklists, afetando seus resultados em provedores que fazem leituras dessas blacklists antes de aceitar ou não suas mensagens de email;
  • Bloqueio de emails: Mensagens de email enviadas através de seu domínio e/ou IP podem começar a ser bloqueadas pelos provedores que identificaram o envio à spamtraps;
  • Emails caírem na caixa de spam: Uma vez que você envia emails para endereços de email spamtraps, o provedor de email passa a compreender que talvez seu conteúdo possa não ser tão relevante para os seus usuários, colocando-os na caixa de spam (ou lixo eletrônico), afetando diretamente a entregabilidade de seu email marketing. Dessa maneira, passa a ser uma decisão do usuário da conta analisar sua caixa de spam e mover para outra caixa, caso a mensagem não seja um spam.

Saiba como você pode realizar ações preventivas para evitar que spatramps sejam adicionados em sua lista de contatos para email marketing. Como evitar o envio de email para contatos spamtraps

Já que os provedores e blackslits não informam quando o envio é feito para um spamtrap, a melhor forma de manter uma boa qualidade de sua base de contatos é:

  • Nunca comprar bases de contatos;
  • Não utilizar programas que realizam varreduras em páginas para identificar endereços de email. Os spamtraps são justamente distribuídos em fóruns e páginas da internet para identificar quem realiza esse tipo de ação;
  • Analisar os erros de email (bounces) em seus envios em massa;
  • Sempre que realizar uma mudança de plataforma de email marketing, leve somente os contatos ativos, válidos. Se possível, cadastre em uma lista de pessoas a não enviar mensagem, contatos que já solicitaram descadastro de sua base ou denunciaram seu remetente como spam;
  • Colocar um captcha de validação nos formulários de suas páginas, assim evita que robôs cadastrem endereços spamtraps em sua lista;
  • Se possível, crie um formulário do tipo dupla confirmação (double optin). Dessa forma, mesmo que o contato tenha se cadastrado em seu formulário, precisará confirmar através de um email que chega em sua caixa de email, que seu endereço é realmente válido;
  • Monitore os contatos que não interagem com seus envios. Se tem contatos que você já enviou diversos envios e ele não abriu nenhum email, coloque eles de lado, ele pode ser um spamtrap.

Qual é o Segredo para a Caixa de Entrada do Hotmail?
Como melhorar a taxa de aberturas no Gmail?


Como a ferramenta da Dinamize ajuda a evitar spamtraps?

As nossas plataformas de email marketing e automação de marketing possuem diversos recursos para evitar que esse tipo de endereço de email afete seus resultados e reputação. Para isso, disponibilizamos recursos de segurança como:

  • Filtros anti-spam em formulários integrados com nossa ferramenta;
  • Opção de captcha de segurança para inclusão em formulários, pop-ups e landing pages;
  • Tratamento de erros temporários e erros definitivos de forma automática, evitando novos envios para endereços com esses tipos de erro;
  • Funcionalidade de descanso de base para endereços de email que não interagem com envios há um longo período;
  • Recurso de dupla confirmação (double optin) para formulários, exigindo confirmação por email após o cadastro em formulário;
  • Correção automática de erros mais comuns de digitação em emails, evitando envio a endereços próximos à endereços reais que podem ser uma armadilha;
  • Análise de importação de base incluída no sistema, testes de qualidade da base e verificação de endereços spamtraps já cadastrados em nossa base de conhecimento;
  • Bloqueio automático de emails identificados como spamtraps no momento do envio;
  • Teste do conteúdo em filtro anti-spam, para evitar envios de conteúdo já classificados como spam por alguns filtros.

Ainda não possui uma plataforma de gestão e automação de Marketing Digital?

Conheça agora!


Artigo escrito por Caroline Gomes, Diretora de Conteúdo e Ensino na Dinamize.


Referências:

https://www.projecthoneypot.org/index.php
https://litmus.com/blog/a-guide-to-spam-traps-and-how-to-avoid-them
https://www.bol.uol.com.br/noticias/2007/06/09/reative-seu-e-mail-bol-parado-ha-mais-de-90-dias.htm