Storytelling – uma técnica do marketing para vender mais

Por Automação de Marketing, Capa, CRM e Vendas, Dicas, Geração de Leads, Inbound Marketing, Marketing de Conteúdo, Marketing Digital

Storytelling - uma técnica do marketing para vender mais

Saiba como funciona o storytelling

Storytelling é ótima estratégia utilizada pelas marcas para criar uma conexão emocional com o público para gerar mais engajamento com a marca e, consequentemente, fazer com que as pessoas conheçam todos os seus produtos e serviços.

Contar histórias é uma arte. Desde os primórdios da humanidade, os homens usam a narrativa para gerar conexões, assimilar emoções e explicar a realidade. Os mitos gregos, romanos e indígenas, por exemplo, são uma tentativa de explicar como o mundo foi criado e de dar características humanas às divindades, tornando-as protagonistas.

Então, sim: o storytelling já foi usado há milênios atrás. Nas pinturas das cavernas, nos rituais místicos e nos mitos. E, em todas essas situações, ele conseguiu envolver as pessoas. Por isso, usá-lo como um artifício do marketing digital pode ser algo que vai impactar o seu negócio.

Nesse artigo, vamos explicar o que é, a importância do storytelling, seus elementos e como pode ser usado como uma ferramenta de marketing.


Mas o que é Storytelling?

definição de storytelling
Xavier (2015), em seu livro Histórias que deixam Marcas, expõe quatro conceitos diferentes para Storytelling. No entanto, resolvemos destacar esta: “Storytelling é a tecnarte de elaborar e encadear cenas, dando-lhes um sentido envolvente que capte a atenção das pessoas e enseje a assimilação de uma ideia central”.

Em inglês, Story significa história e Telling significa contar. Ou seja, o Storytelling é um recurso usado para contar histórias através de elementos específicos, como personagens, ambientes e conflitos, transmitindo uma mensagem com começo, meio e fim.

Hoje em dia, o Storytelling pode ser usado para muitas coisas. Ele não é só o produto principal dos cinemas e da literatura, mas também é parte do marketing, da fotografia, da arte, do jornalismo, da educação e da retórica. Então, é possível aplicá-lo e aproveitá-lo em diversas áreas e de diversas formas de acordo com seu público-alvo.


A importância do Storytelling

conheça a importância do Storytelling
Enquanto muitas empresas somente utilizam métodos tradicionais de anúncios, com conteúdos de novas ofertas, vendas e outras notícias da empresa, o Storytelling pode ajudar a marca a criar uma narração em torno do problema em que seu produto ou serviço irá resolver.

Com o Storytelling, um anúncio que normalmente seria mais direto, voltado à venda de um produto, conta com uma história em torno do problema e então apresentaria a solução (a oferta).


Os principais elementos do Storytelling

Como contar uma história pode vender muito mais
Mas, como fazer uma narrativa que envolva, faça sentido e gere conexões? Existem fórmulas já estabelecidas por diversos roteiristas e escritores, é claro. Geralmente, as narrativas são divididas em três partes:

Introdução

Este é o primeiro ato. Aqui, é a hora em que a história é introduzida, contextualizada e os personagens são apresentados. Nós conhecemos o cotidiano e o dia a dia dos protagonistas e nos familiarizamos com o seu mundo. Até que acontece um conflito que quebra essa rotina.

Desenvolvimento

No segundo ato, a história se desenvolve. Depois do início do conflito, começa uma jornada. Surgem inúmeros obstáculos, que levam a uma transformação final do personagem, para que no fim, ele chegue a uma resolução do problema.

Conclusão

O terceiro ato é quando chegamos ao fechamento da jornada. Aqui, a história nos apresenta a nova rotina dos personagens depois da transformação e da resolução do conflito. A mensagem principal é transmitida nesse momento, emocionando e marcando a memória da audiência.

Bem, nós já explicamos um pouco sobre os três atos. Agora, vamos falar sobre os elementos que compõem uma história. Afinal, sem eles, é impossível criar uma narrativa consistente e que gere impacto.

Personagens

Os personagens são essenciais para que uma narrativa tenha sucesso. É com eles que o público irá se identificar e é por causa deles que a audiência irá se emocionar. As ações dos personagens levarão a uma tomada de decisões que implicará seriamente no futuro da história. No marketing, as próprias marcas podem se tornar personagens.

Ambiente

É fundamental introduzir o ambiente no qual a história se passa. Explicar como o mundo dos personagens funciona é necessário para que haja um entendimento maior do que acontecerá quando a história começar a se desenvolver. Uma marca também pode ser um ambiente onde se passa uma narrativa, como um hotel, um navio etc.

Conflito

Como dito anteriormente, os conflitos são as forças principais que movem as histórias. Ele é o desafio que motiva o personagem a percorrer a jornada e chegar em seu destino final. No Storytelling das marcas, muitas vezes os personagens (consumidores) possuem algum problema/conflito que será resolvido pelo produto/serviço em questão.

Mensagem

No Storytelling, a mensagem passada é muito importante. Normalmente ela é apresentada como uma jornada de um herói. Por exemplo, no Rei Leão, todos os acontecimentos nos levam a concluir que temos que lidar com a perda daqueles que amamos e que fugir disso não é a resposta. É preciso enfrentar a dura realidade, assim como Simba confrontou o assassino de seu pai.

Existem milhares de vídeos, textos e palestras que contam narrativas com maestria, prendendo a audiência e emocionando, mas não entregam uma mensagem e um conteúdo de qualidade. É preciso pensar nisso quando se faz Storytelling.


O Storytelling no Marketing

Contar histórias no Marketing
O ser humano cria e conta histórias para atribuir significado ao mundo. É através delas que ele processa e assimila emoções que estão resguardadas dentro de si, conectando-se com seu eu interior. Por isso, usar o Storytelling no marketing é uma estratégia eficiente: porque a emoção é o fator humano que mais marca nossa memória afetiva.

Dessa forma, marcas que fazem um bom Storytelling são as marcas mais lembradas, mais queridas e mais amadas pelas pessoas. Vamos ver aqui como as histórias podem ser usadas como uma ferramenta de marketing para atrair consumidores e se conectar com eles em um nível emocional:

Vídeos e anúncios

Talvez essa seja a forma que você esteja mais familiarizado com o Storytelling no marketing. Vídeos de Natal, Dia das Mães e Dia dos Pais enchem as TVs e as redes sociais das marcas com narrativas marcantes e emocionantes, personagens bem definidos e conflitos. Anúncios estáticos de revistas, jornais e outdoors também entram aqui, assim como propagandas em rádios e podcasts.

História como conteúdo

Aqui, o texto é estruturado com base em uma história, mesmo que os elementos não estejam apresentados de forma clara. Esse é o método mais utilizado no marketing de conteúdo.

Em um artigo de blog sobre automação de e-mail marketing, por exemplo, você é o personagem e possui um problema que deseja resolver. Então, você procura por soluções no Google e acha esse determinado artigo feito justamente pra te ajudar! Logo, você embarca nessa jornada com o objetivo de resolver esse problema e transformar sua vida.

O ambiente dessa jornada pode ser a internet, um e-mail, ou uma rede social. E a mensagem são as ideias passadas através do texto que você irá assimilar e que farão você tomar uma decisão ou não.

Com certeza, o storytelling é uma ótima ferramenta de marketing, não é? Agora que você sabe mais sobre como alavancar suas vendas com Storytelling, talvez você se interesse também por esse artigo:

Copywriting: como vender mais com produção de conteúdo


Referências:
Google Livros