Como funciona o Google Alerts e como usá-lo no marketing

Por Capa, Dicas, Marketing de Conteúdo, Marketing Digital, Tecnologia

google alertsA quantidade de conteúdo que existe no Google é inimaginável. São tantas notícias, posts de blogs, artigos e pesquisas em meio ao buscador que muitas vezes se torna difícil achar o resultado esperado. Segundo o site Search Engine Land, o número de páginas indexadas pelo Google em 2016 já passava de 130 trilhões.

Apesar disso, o próprio Google pensou em uma solução: o Google Alerts, uma ferramenta gratuita que dispara emails para os usuários, atualizando-os com novos resultados que sejam de seu interesse.

O Google Alerts pode ser um firme aliado na sua estratégia de marketing digital. Quer saber como ele funciona e como ele pode te ajudar? Então continue lendo nosso post.


o que é google alertsO que é o Google Alerts?

O Google Alerts é um serviço que detecta novos conteúdos indexados pelo Google e notifica usuários cadastrados por email ou RSS. Para isso, basta se inscrever a partir dos termos e palavras-chave sobre as quais você quer receber alertas de novidades.

Esse serviço facilita o processo de pesquisa, permitindo mais agilidade e praticidade na hora de ler conteúdos, já que os alertas garantem que você não perca nenhuma novidade sobre determinado assunto.

Além disso, aliado a ferramentas de tendências de buscas como o Google Trends, o Google Alertas pode ajudar no ranqueamento de palavras-chave nos mecanismos de busca (SEO). Isso porque é possível identificar o que concorrentes e outras empresas estão escrevendo sobre um determinado assunto e, com isso, também incluí-lo em sua estratégia de marketing de conteúdo.


google alertsComo funciona o Google Alerts: criando um alerta

Para criar um alerta, acesse essa página.

Você vai gerenciar todos os seus alertas através deste site. Vamos dar uma olhada primeiro em cada uma das divisões da página.

google alerts - página inicial

A primeira seção se chama Meus Alertas. Nela, você pode editar os alertas criados e definir os horários em que você deseja recebê-los por email. Você também pode marcar a opção Digest, na qual as notificações para todas as consultas serão entregues em uma única mensagem de email.

A seção Eu na Web permite que você crie um alerta com seu próprio nome ou email.

Por fim, a Sugestões de Alertas dá ideias de marcas, filmes, celebridades e outros temas atuais que poderiam ser de seu interesse e que você pode selecionar para criar um alerta.

  1. Para criar um novo alerta, você mesmo pode digitar uma palavra-chave na aba de busca. Usaremos como exemplo o termo “dinamize”. Recomendamos que você escreva-o entre aspas para melhores resultados. Igualmente ao google alertas o google trends pode ser usado para palavras-chave - portanto, veja como configurando alerta
  2. Em seguida, você pode clicar em Mostrar Opções e configurar os alertas. É possível filtrá-los por frequência (no máximo uma vez por dia ou uma vez por semana), fontes (alertas provenientes de notícias, posts, artigos, vídeos, dentre outros) idioma, região e qualidade. Defina também se os alertas devem ser enviados para o seu email do Google ou seu RSS feed. A ferramenta mostra também uma prévia dos últimos resultados do seu termo indexados no Google.
  3. Clique em Criar Alerta.

Pronto! A partir de agora você receberá no seu email ou feed as novas atualizações configuradas em seu alerta, como no exemplo abaixo:

Primeiramente o Google alerta Ainda mais é uma ferramenta mujito eficaz para ações de marketing digital


Contudo o marketing digital utilizando o google alerta é muito mais práticoComo usar a ferramenta na sua estratégia de marketing digital?

Aprender a usar o Google Alerts foi fácil, certo? No entanto, como aplicar essa ferramenta nas estratégias de marketing da sua empresa? Bem, o Google Alerts pode ajudar em muitas coisas.

Veja essas 4 ideias:

1. Monitoramento de palavras-chave

Se você adicionar o nome da sua empresa e a URL do seu site no Google Alerts, consegue acompanhar o que as pessoas estão falando sobre você. Dessa forma, você pode construir um relacionamento melhor com seus consumidores, pois estará à par dos feedbacks positivos e negativos de todos.


2. Ideias para conteúdo

Com a ajuda do Google Alerts, você monitora determinados assuntos relacionados ao seu nicho, obtendo ideias para criar conteúdos, posts de blogs e materiais ricos, como ebooks, por exemplo.

Portanto, você pode detectar as tendências e os assuntos do momento assim que forem indexados no Google, dando tempo de sobra para ser uma das primeiras páginas a falar sobre esses temas.


3. Monitoramento da Concorrência

O Google Alerts ajuda você a otimizar suas palavras-chave, pois ele mostra como outras pessoas estão usando seus termos principais. Porém, também é importante ficar de olho nos conteúdos que seus concorrentes estão postando, afinal, eles também servem como fonte de inspiração.


4. Link Building

Link building é uma técnica de SEO que você pode desenvolver com a ajuda do Google Alerts. Menções em sites através de linkagem externa é um dos fatores principais que influenciam no rankeamento do Google.

Use o Google Alerts para cadastrar o nome da sua empresa ou variações dele e depois monitore as menções através dos alertas. Com isso, você consegue saber quais sites estão mencionando você. Se algum deles não estiver fazendo a linkagem para o seu site, entre em contato requisitando o link.

Dessa forma, você consegue criar backlinks de qualidade e manter uma boa reputação e autoridade nos buscadores. Consequentemente, suas chances de rankear no topo do Google aumenta.


o uso dessas dicas do google alerts Bem como outras ferramentas do google é fundamental para uma estratégia de inbound marketingComo aproveitar o Google Alerta ao máximo?

Existem algumas dicas e hacks exclusivos que você pode usar para aproveitar a ferramenta ao máximo. Por isso, listamos aqui alguns truques para facilitar o seu uso:

  • Utilize aspas para refinar seus alertas: as aspas tornam os resultados mais precisos e limitam o seu alerta para a frase exata que você escreveu. Você também pode aproveitar símbolos comuns de pesquisas como “+” e usá-los se você quer receber resultados com esses símbolos;
  • Crie alertas múltiplos: para cobrir diferentes variações da mesma frase ou palavra-chave, recomendamos que você crie diversos alertas;
  • Inclua alertas com erros de digitação comuns: o Google está cada vez melhor em corrigir erros automaticamente, mas, ainda assim, é uma ótima ideia criar alertas com erros de digitação, pois eles podem ser valiosos;
  • Use a Caixa de Entrada do Google para reunir os alertas em um só lugar: se você possui uma conta no gmail, pode configurá-lo para que todos os alertas do Google apareçam como um único cabeçalho. Clicando nele, você vê as páginas individuais que contém seu termo.

Leia também:
11 ferramentas do Google para sua estratégia de marketing digital

O Google Alerta é uma estratégia pouco utilizada e explorada pelos profissionais de marketing; portanto, é interessante usá-lo como uma alternativa a outras ferramentas caras de monitoramento e de link building. Agora que você já sabe como ele funciona, só falta implementá-lo em sua estratégia!

Por isso, veja como a Dinamize pode lhe ajudar a aumentar suas vendas com e-mail marketing

O que acha de expandir a sua estratégia de marketing com o Dinamize Automation?

Conheça agora!

Gostou do conteúdo?

Se quiser receber mais dicas para qualificar suas ações de marketing e vendas, assine nossa newsletter!


Referências:
https://www.searchenginejournal.com/google-alerts-marketers-guide/262011/#close