Marketplace: o shopping virtual que pode ser a sua solução

Por Capa, CRM e Vendas, Dicas, Marketing Digital

marketplace

marketplace

As maneiras de comprar e vender mudaram ao longo dos anos. Com o advento do digital, o mercado se encheu de diferentes possibilidades. O ecommerce, por exemplo, se desenvolveu e ganhou uma nova alternativa de vendas, conhecida como marketplace.

Esse novo modelo de negócios gera grandes benefícios e impulsiona as vendas de diversos prestadores de serviços. Ele se tornou uma vitrine online coletiva que virou tendência não só no Brasil, mas no mundo todo.

Se você tem ou quer ter um ecommerce, mas está preocupado com a dificuldade de gerar tráfego, o marketplace pode ser uma alternativa para você. Por isso, reunimos aqui algumas dicas pra quem quer vender nesse tipo de mercado.

Leia sobre:

  • O que é marketplace?
  • Por que vender usando esse modelo de negócios?
  • Os principais marketplaces no Brasil e no mundo;
  • Os primeiros passos para vender em um marketplace.

Vem com a gente!


O que é marketplace?

Um marketplace online é um site ou aplicativo que conecta vendedores e compradores. Ele se baseia no conceito de “vender tudo em um só lugar”. Por isso, é como um shopping virtual coletivo que conta com diversos prestadores de serviços parceiros.

Esse modelo de negócios é vantajoso, tanto para o dono da plataforma, quanto para o prestador de serviços e o cliente. É um ganha-ganha.

Os clientes podem comparar preços e serviços em um só lugar, assim como analisar avaliações. Os vendedores ganham com o nome da plataforma, não precisando se preocupar tanto com divulgação e tráfego. Por fim, o dono do marketplace lucra com a comissão recebida pelos vendedores.


por que vender no marketplace?Por que vender usando esse modelo de negócios?

A venda em marketplace é uma ótima oportunidade para gerar mais visibilidade para a sua loja, afinal, essas plataformas costumam investir muito na divulgação de seu próprio negócio. Isso vai te garantir um público muito mais alto do que o normal e mais conversões.

Além disso, para o consumidor é muito fácil e intuitivo usar a interface desses sites e aplicativos. Eles economizam tempo, já que não é preciso se deslocar para ir até uma loja física adquirir o seu produto.


Os principais marketplaces no Brasil e no mundo

Você provavelmente já conhece diversos marketplaces. Alguns deles são gigantes multinacionais e muitos possuem até mesmo programas de afiliados, o que é uma vantagem para infoprodutores e produtores que desejam divulgar seus produtos através de blogs.

Vamos ver então alguns marketplaces famosos onde vale a pena se cadastrar.

Amazon

A Amazon é muito conhecida mundialmente. Ela é uma plataforma mais tradicional que foca principalmente em produtos físicos. No início, eles vendiam somente livros, CDs e DVDs próprios, mas hoje em dia possuem uma variedade infinita de produtos.

Outros exemplos de marketplaces como a Amazon são o Mercado Livre e o Enjoei.

Airbnb

O Airbnb é um marketplace que envolve o aluguel de imóveis ou quartos para viajantes. O grande diferencial dessa empresa é usar a economia compartilhada de maneira inovadora. Hoje, eles são o maior marketplace de aluguel no mundo.

Uber

A Uber é mais um exemplo de economia compartilhada e colaborativa, principalmente depois que a empresa adotou a opção do “Uber Juntos“, uma modalidade de corrida que envolve compartilhar o espaço do carro com outro passageiro. Nessa modalidade, o Uber faz duas paradas (ou mais) para buscar e levar os passageiros, o que barateia o custo do serviço.

Apple Store

A Apple Store é uma loja virtual da Apple que vende somente produtos digitais. Ela conecta desenvolvedores de aplicativos com usuários do Iphone. Já a iTunes Store, que também é da Apple, foca em vender filmes, músicas e podcasts.

Leia também:
Design responsivo: porque ele é essencial para o seu site

iFood

O iFood se tornou popular há pouco tempo, inovando no delivery de comidas com uma plataforma que reúne diversos restaurantes, cafés, lancherias e fast foods. Ele gerou cerca de 20% de economia nos custos dessas empresas e ainda garante prazo no pagamento.


os primeiros passos para vender em um marketplaceOs primeiros passos para vender em um marketplace

Agora que você já conhece algumas opções de marketplace, vamos falar sobre como começar a vender nessas plataformas.

Primeiramente, é importante ressaltar que vender seus produtos nesse tipo de empreendimento pode ajudar a alavancar suas vendas, mas isso não significa que você deve abandonar o seu ecommerce próprio. O ideal é integrar os dois canais na mesma plataforma.

Leia também:
Marketing Multicanal: aumente suas vendas utilizando essa estratégia

Bom, com isso em mente, vamos começar o passo a passo!

1. Prepare sua documentação

O primeiro passo para vender em um marketplace é se cadastrar nessas plataformas. Para fazer isso, você deve ter em mãos sua documentação. As exigências dependerão da empresa escolhida, mas geralmente elas pedem:

  • Comprovante de inscrição na Receita Federal (CNPJ) e nos órgãos municipais e estaduais;
  • Contrato social;
  • Declarações sobre o sistema tributário do ecommerce;
  • Certidões negativas de débitos tributários e outros.

2. Siga os padrões da empresa

É super importante ficar atento às regras e padrões da empresa escolhida. Detalhes como as descrições dos produtos, o tamanho das imagens e outras especificações devem estar de acordo com os padrões ou sua loja poderá sair prejudicada e até mesmo excluída do sistema, dependendo do caso.

3. Planeje sua estratégia de marketing

Não pense que só porque você está vendendo em um marketplace você deve deixar toda e qualquer divulgação de lado. Apesar desse tipo de negócio ajudar muito no impulsionamento das vendas, lembre-se de que a concorrência dentro dele é grande.

Portanto, monte sua estratégia de marketing digital. Você pode investir em marketing de conteúdo, email marketing e, é claro, em redes sociais. E como já falamos anteriormente, você pode usar o marketing de afiliados para divulgar seus produtos.

4. Foque em ter boas avaliações

Como existem inúmeras lojas e prestadores de serviços nos marketplaces, é muito comum que os clientes fiquem em dúvida entre quem comprar e, por motivos de confiança, escolhem aqueles que têm as melhores avaliações.

Portanto, é imprescindível que você demonstre ter um serviço de qualidade. Além disso, o atendimento e o pós-venda são essenciais para obter aquelas estrelinhas tão cobiçadas. Então, tenha em mente todos esses itens.

E aí, esse conteúdo foi útil? Então, leia também:
7 recursos que você deve priorizar ao abrir uma loja virtual

O que acha de expandir a sua estratégia de marketing com o Dinamize Automation?

Conheça agora!