Quais as diferenças entre Landing Page e Hotsite?

DinamizeCapa, Dicas, Dicas do Dinamize Mail, DinamizeLeave a Comment

Você sabe quais as diferenças entre Landing Page e Hotsite?

Você sabia que pode estar chamando de Landing Page algo que o Google chama de Hotsite? Entenda as diferenças entre Landing page e Hotsite 😉


Vamos elucidar os objetivos de cada uma dessas expressões de mercado para que suas principais diferenças, suas aplicações práticas e o mais interessante, mostrar para você que é possível usar ambas, landing page e hotsite, com o objetivo de aumentar muito a conversão! Vamos ao ponto então, começando pelo Hotsite:


Exemplo de hotsite desenvolvido para a campanha "Fim de ano Genial da Lenovo" em 2015

Na imagem, vemos um Hotsite desenvolvido para a campanha “Fim de ano Genial da Lenovo” em 2015

O que é um Hotsite?

O nome em inglês significa “site quente”, ou seja, geralmente algo pontual com objetivo de aquecer uma ação de marketing.

O Hotsite pode ser composto de uma ou mais páginas que, em síntese, devem ser relacionadas a uma ação de marketing. Esta ação pode ter um tempo de duração relativa a qualquer outra definição do marketing, por exemplo: o lançamento de um produto, serviço, material de conteúdo (e-books, papers), eventos, ações de CRM (Customer Relationship Management), entre outros.

Muitas vezes o conceito de Landing Page é confundido com Hotsite, porque sua aplicação sempre é relacionada, mas apesar disso não são sinômimos! Inclusive, é possível afirmar que um hotsite pode ser composto por uma ou várias Landing Pages.

Confira no Behance de Tiago Ramon como ficou o Hotsite

Veja na íntegra o Hotsite

O que é Landing Page?

Landing Page é uma expressão em inglês que pode ser traduzida como página de destino ou literalmente “página de aterrissagem”. Agora você pergunta, mas por quê aterrissagem? Isso porque se refere às páginas de um site pelas quais um grande número de visitantes chega (ou aterrissa).  Simples assim.

A expressão começou a ser aplicada pelo Google Analytics nos seus primórdios, lá em 2009, ou seja, um site pode ter mais do que uma. Isto é, quanto mais Landing Pages são detectadas, maior é a atratividade do conteúdo oferecido.

Exemplo de busca que leva à uma landing page sobre bounce em email

Exemplo de busca no Google que leva à uma Landing Page sobre bounce em email

Landing Page na prática

Geralmente a Landing Page é a página principal, também chamada Home, mas também pode ser uma página de produto ou serviço dentro do seu site,  ou como no exemplo acima, um artigo de conteúdo, enfim; qualquer página que traga um número expressivo de visitantes é tecnicamente uma Landing Page.

O que ocorre hoje em dia, é que o mercado está focado na produção de Landing Pages ao invés da identificação das que já existem em uma estrutura, isto é, o mercado está indo ao contrário do que na maioria das vezes economizaria tempo e recursos.

Ela pode compor uma jornada de conversão,  ou seja , o caminho feito por um visitante dentro e fora de um site até o objetivo definido, mas obviamente é mais interessante diminuir essa Jornada, e trazer a conversão diretamente para a Landing Page.

Veja este artigo em inglês do Google que explica o que é Landing Page a partir de um exemplo de loja online

Leia o artigo

Google Analytics

A ferramenta do Google é gratuita para realizar análises de trafégo e tem plugins para WordPress, Joomla e Drupal, ou seja é de facil implementação no seu site, blog ou hotsite.

Nela temos o relátório que mostra as páginas consideradas Landing Pages, com a finalidade de nos mostrar dados como o número de visitantes, permanência na página, bounce (abandono) e até mesmo o percentual de conversão de leads.

Veja o exemplo abaixo:

Painel do Google Analytics para análise de Landing pages (Páginas de entrada)

Painel do Google Analytics para análise de Landing Pages (Páginas de entrada)

Aplicações práticas:

Situação 1:

Você identificou que tem um artigo interessante em seu blog que traz muita visitação, isto é, significa que ele já é naturalmente uma Landing Page.

Então algumas modificações possíveis seriam:

  • Adicionar um formulário de conversão;
  • Um banner que leve à outra página de interesse.

Situação 2:

Você precisa criar um contéudo novo para promover um evento, como por exemplo, as inscrições de vestibular, um sorteio, ou uma ação solidária.

Neste caso, você pode criar um Hotsite explicando o evento e mantendo não só um formulário de inscrição, mas também cadastre o lead em uma lista de e-mail. Uma vez que o objetivo é que as páginas com as informações essenciais tornem-se Landing Pages.

O cadastro em lista de email é uma alternativa muito interessante para promover o próprio evento e até mesmo outros eventos semelhantes que possam ocorrer futuramente, visto que você já tem noção do interesse. Estas ações podem ser feitas através de email marketing.

Veja um modelo com foco em conversão, que você pode seguir nesse caso:

Modelo genérico de "Landing Page"

Modelo genérico de “Landing Page”

  1. Logo do seu produto ou companhia;
  2. Imagem de destaque;
  3. Call-to-action;
  4. Formulário de conversão;
  5. Vídeo demonstrativo, animação ou gif;
  6. Depoimentos ou comentários de mídia social;
  7. Texto em barra simples, enfim pode ser um slogan ou até um subtítulo com a tag H2.

O que acha de expandir a sua estratégia de marketing com o Dinamize Automation?

Conheça agora!


Para as duas situações você pode:

  • Compartilhar a url em mídias sociais;
  • Enviar email com o link para a Landing Page;
  • Oferecer algum conteúdo extra em troca do email, reação ou compartilhamento do post em mídia social, ou seja, com isso você motiva a pessoa que já interessada a dar um passo a mais para a sua marca;
  • Fazer a otimização orgânica de buscas através de marcação de dados.

O Google aceita marcações de dados em JSON-LD, Microdata e RDFA, todas seguindo as práticas do Schema.org para otimização orgânica e, antes de tudo, é totalmente gratuito. Por fim, são essas as marcações que informam ao Google as palavras chaves relacionadas ao seu conteúdo, imagem de destaque, autor etc.

Confira este post de Roger Albino que explica tecnicamente a aplicação das marcações com JSON-LD

Leia o Post

Finalizando, esperamos que estas dicas tenham sanado as suas dúvidas sobre as diferenças entre landing page e hotsite. Se ainda assim restou alguma dúvida, não deixe de colocar aqui nos comentários, prometemos que responderemos da melhor forma possível!


Gostou deste artigo?

Faça o download aqui


Por Francis Fussiger – Analista de Marketing Digital


Fontes:
http://flammo.com.br/blog/como-usar-um-hotsite-como-estrategia-de-marketing/
http://flammo.com.br/blog/3-situacoes-em-que-um-hotsite-e-melhor-opcao/
http://searchcio.techtarget.com/definition/hot-site-and-cold-site
https://analytics.googleblog.com/2009/08/value-of-landing-pages.html
http://utidasideias.com.br/blog/seo/otimizacao-de-imagens-atributo-alt-em-seo
https://unbounce.com/conversion-rate-optimization/using-analytics-to-measure-your-landing-page-performance/
https://fiveminutelessons.com/learn-google-analytics/use-google-analytics-help-you-improve-your-content-marketing


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.