Blog

M-commerce: o que é como utilizá-lo para vender mais

m-commerce

O uso de dispositivos móveis no país chegou a quase 80 milhões no Brasil, o que mostra como os brasileiros estão cada vez mais usando os aparelhos móveis no dia a dia. Com certeza você também deve usar seu smartphone para muitas atividades e depende dele na sua rotina diária.

Pode ser para mandar mensagens, acessar aplicativos e muitas outras funcionalidades — inclusive fazer compras. Afinal, a praticidade dos aparelhos é uma das maiores vantagens em usá-los. Assim, o comportamento do consumidor sempre aponta tendências, e uma delas é o M-ecommerce.

Se isso soa novo para você, saiba que talvez você já tenha até aproveitado essa funcionalidade sem saber. O M-ecommerce é o comércio eletrônico voltado para dispositivos móveis (mobile commerce). A modalidade é o comércio eletrônico em que os usuários fazem compras por aplicativos, navegador ou redes sociais.

Caso ainda não conheça as vantagens de investir em mobile commerce, aqui você entenderá esses benefícios!


m-commerceMais responsividade

Às vezes parece que 24 horas é pouco para tantas demandas que temos no dia a dia, não é? Sendo assim, 1 segundo parece muito tempo — sobretudo quando estamos esperando uma página carregar. As pessoas já se acostumaram com a rapidez e não querem perder tempo com nada

Por isso, uma página ou aplicativo que não abre quase instantaneamente tem muito mais chances de ser fechada. Nesse sentido, o varejo digital é uma modalidade que tem como uma de suas principais características a responsividade. 

As telas reduzidas dos dispositivos móveis precisam ser otimizadas, independentemente do formato que a loja virtual está inserida — no navegador, aplicativo ou em redes sociais. Portanto, a criação de um site responsivo para se adequar ao tamanho da tela, permitir melhor navegabilidade e manter todas as informações importantes em destaque é fundamental.

Os usuários não vão permanecer em páginas com informações confusas e que dificultem o processo de compra. Então, crie seu m-commerce para se ajustar ao modelo em que ele está inserido e você consegue aproveitar ao máximo as funcionalidades.


m-commerceAumenta as vendas online

De acordo com uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), cerca de 87% dos brasileiros fazem compras com seus dispositivos móveis, como smartphones e tablets. 

Esses dados mostram como o comportamento do consumidor se adaptou à transformação digital. Com isso, é possível ver as preferências dos compradores, suas necessidades e expectativas. O resultado disso é que as buscam crescem e as vendas aumentam.

A adaptação para dispositivos móveis apresenta mais conveniência para as compras, e o m-commerce atende exatamente essa demanda. O canal de vendas do negócio fica disponível nas mãos do consumidor, permitindo que ele faça suas compras quando e onde quiser, de acordo com suas vontades.

Se o e-commerce já permitia fazer compras a qualquer momento do dia pelos computadores, o m-commerce adicionou a isso a possibilidade de também comprar de qualquer lugar — é só ter um dispositivo com conexão à internet. Portanto, isso faz com que as vendas cresçam ainda mais por conta da conveniência para os clientes.

Outra pesquisa feita pela Juniper Research e que foi divulgada pelo E-commerce Brasil mostra que até 2025 os pagamentos mobile movimentarão mais de US$ 3,1 trilhões. Portanto, é um mercado em constante expansão.


m-commerceE-commerce preparado para dispositivos móveis

Como o m-commerce é o comércio eletrônico em mobile, o formato se diferencia um pouco do e-commerce. Por mais que a maioria de marketplaces e lojas virtuais tenham páginas compatíveis com os dispositivos móveis, ainda existem algumas pequenas diferenças.

No m-commerce, a plataforma é criada focando na experiência mobile. Ou seja, as lojas virtuais são criadas para atenderem às necessidades do público que usa os dispositivos móveis para fazer suas compras. Dessa maneira, as páginas são feitas para carregar em telas reduzidas, bem como métodos de pagamentos e outros detalhes.

Além disso, o m-commerce também é preparado para ser mais leve, de modo que sejam abertos com facilidade e a navegação seja mais prazerosa para alavancar as vendas

O que acha de expandir a sua estratégia de marketing com o Dinamize Automation?

Conheça agora!


m-commerceMelhor experiência do usuário

A criação do modelo m-commerce está muito ligado com o interesse em criar uma experiência mais simplificada para quem prefere comprar de seus dispositivos móveis — principalmente por que muitas vezes esses aparelhos estão conectados à rede instáveis, como a conexão 4G.

O comércio mobile visa a facilidade na aquisição, mas sem perder a excelência na experiência do cliente. Por isso, todos os aspectos são criados com foco em dispositivos móveis:

  • layout das páginas;
  • gateways de pagamento;
  • tamanho de fontes e de imagens;
  • descrição de produtos;
  • otimização no tempo da compra;
  • salvamento de dados para compras futuras (dados pessoais, endereços e formas de pagamento)
  • formato de anúncios de produtos, etc.

m-commerceDiversidade de produtos e serviços

As lojas virtuais dão variadas possibilidades, como ter um estoque próprio, fazer os pedidos com fornecedores de acordo com a demanda de pedidos e outros formatos de vendas. Dessa forma, é possível criar um mix de produtos atrativo e com uma grande diversidade de produtos.

No entanto, é importante categorizar os produtos e criar vários filtros que ajudem o consumidor a encontrar exatamente o que deseja. Afinal, é exatamente para isso que o e-commerce foi criado: facilitar as compras realizadas por aparelhos mobile.


m-commerceAtendimento personalizado

Como as pessoas já resolvem uma boa parte de seus problemas pelo celular, não há motivo para exigir outra plataforma de atendimento em lojas de m-commerce. Nesse contexto, o atendimento é personalizado para atender às demandas do comércio mobile, como o uso de chat online dentro do próprio aplicativo ou do site. 

Esse é um formato muito mais conveniente e adaptável, em que o cliente apenas utiliza seu dispositivo móvel para resolver algum problema, tirar dúvidas, acompanhar o pedido ou outras ações. Além do mais, uma grande vantagem do mobile é o envio de notificação push, em que o cliente consegue verificar as respostas em tempo real.

De modo geral, o m-commerce mostra que tem grande potencial, sobretudo com o aumento das compras online via dispositivos mobile. Sendo assim, talvez seja hora de entregar mais agilidade aos consumidores e potencializar suas vendas com esse tipo de plataforma de vendas!

Outra tendência no comércio eletrônico é o cashback, também chamado de “dinheiro de volta”. Então entenda como funciona o cashback e quais são as vantagens!

Saiba tudo sobre marketing digital e automação:



Mayara Mira

Jornalista, especialista em Marketing Digital e apaixonada por escrita e produção de conteúdo. Acredita que a vida é bem melhor com trilha sonora e tem playlists para todos os momentos da vida.

Veja mais conteúdos do autor

Leia também

Mas e aí, este post ajudou você? Então, leia também: