7 coisas que podemos aprender com Philip Kotler

Por Capa, Dicas, Marketing de Conteúdo, Marketing Digital

Philip KotlerPhilip Kotler é considerado o pai do marketing moderno e um dos autores mais proeminentes sobre o assunto. Afinal, é impossível falar sobre marketing e administração sem mencionar seu nome. Segundo uma lista do Financial Times, Kotler é o quarto nome mais importante do setor, ficando atrás somente de Jack Welch, Bill Gates e Peter Drucker.

Contudo, para entender e estudar os conceitos do marketing, precisamos saber quem é Philip Kotler e como ele contribuiu com seus conhecimentos para a área. A influência do autor é tão grande que alguns de seus ensinamentos ainda perduram pelo mundo todo e são muito usados até hoje pelas empresas.

Nesse post, nós vamos te explicar tudo sobre o guru do marketing e, além disso, compartilhar as 7 lições que podemos aprender com ele. Você vai ler sobre:

  • Quem é Philip Kotler?
  • 7 coisas que podemos aprender com Philip Kotler.

Mas e aí, vamos saber tudo sobre Philip Kotler? Então, vem com a gente!


Philip KotlerQuem é Philip Kotler?

Philip Kotler nasceu em 1931, em Chicago, nos Estados Unidos. Ele obteve um mestrado em economia através da Universidade de Chicago e um phD na mesma área através do Instituto Tecnológico de Massachusetts. Trabalhou como professor universitário e prestou consultoria em marketing para empresas como por exemplo a IBM, General Electric, Motorola e Bank of America.

Em 1967, Kotler publicou o que hoje é considerado a bíblia do marketing: o livro Administração de Marketing – Análise, Planejamento e Controle. A obra ainda é usada como referência em diversas universidades e centros de estudos sobre negócios.

Philip Kotler também escreveu outros livros importantes para o marketing, abordando assuntos que envolvem desde planejamento estratégico até o domínio dos meios digitais. Em suas obras, ele desenvolveu inúmeros conceitos essenciais do setor.

Antes de mais nada, veja alguns de seus livros mais renomados:

  • Marketing de A a Z: 80 conceitos que todo profissional deve saber;
  • Princípios do marketing;
  • O Marketing 3.0;
  • Marketing 4.0: do tradicional ao digital;
  • Marketing Essencial: conceitos, estratégias e casos.

Philip Kotler7 coisas que podemos aprender com Philip Kotler

Com certeza, Philip Kotler fez contribuições valiosas para o universo do marketing e dos negócios. Seus livros são indispensáveis para estudantes do setor e trazem ensinamentos incríveis. Acompanhe a gente para saber sobre as 7 coisas que podemos aprender com Kotler!

1. Seja uma empresa customer centric

Para Kotler, uma empresa de sucesso deve colocar o cliente no centro de todas as decisões e isso inclui também o departamento de vendas. Vendedores devem focar em solucionar os problemas e as necessidades dos clientes em primeiro lugar. O produto deve ficar em segundo plano, até porque as pessoas valorizam as marcas que se mostram interessadas em ajudar genuinamente.

De acordo com ele, “Vendedores de sucesso estão preocupados com o cliente primeiro e o produto depois”.

2. Invista em projetos sociais

Kotler fala muito sobre marketing 3.0 e destaca a importância de se envolver com causas sociais. Hoje, os consumidores não querem consumir de marcas que não têm um pingo de responsabilidade socioambiental ou que não defendem nenhuma causa. Por isso, se posicionar é essencial e trabalhar o marketing social se tornou um pré-requisito no mundo dos negócios.

Empresas que vendem visando lucro a todo o custo sem consciência e ética nenhuma são mal vistas, e com boa razão. Parafraseando o especialista: “Marketing 3.0 é o estágio no qual as empresas passam a focar na humanidade e onde os ganhos são equilibrados com responsabilidade corporativa”.

3. Dê adeus ao marketing tradicional

O marketing tradicional que tanto associamos às propagandas de TV, outdoor e rádio está morrendo. Para Philip Kotler, as empresas precisam se adaptar a esse novo cenário e fazer uma transição para a digitalização. Com as redes sociais, o consumidor também se tornou produtor de conteúdo e, por isso, a comunicação virou uma via de mão dupla. Os clientes conseguem interagir com as marcas e a construção de relacionamento ficou mais fácil.

Além disso, qualquer um pode falar bem ou mal da sua marca na Internet. Portanto, é sempre bom aproveitar o feedback positivo das pessoas, e ao mesmo tempo, trabalhar sua imagem no online.

4. Use Big Data

Com a tecnologia atual, é possível reunir centenas de dados valiosos para prever cenários, antecipar tendências, entender a sua persona e se preparar para tomar as melhores decisões para a sua empresa. Esse é o poder do Big Data. Dessa forma, o setor de marketing não pode deixar a análise de dados e a mensuração dos resultados de lado.

Segundo Kotler, “o futuro do marketing reside nas bases de dados de marketing, através das quais nós conseguimos saber o suficiente sobre cada cliente para oferecer experiências personalizadas para cada um deles”.

5. Faça com que os clientes se sintam parte do seu negócio

Quem já leu as obras de Philip sabe que ele acredita na cocriação. Ele defende que os clientes façam parte do processo criativo e de desenvolvimento dos produtos, afinal, quem compra de você quer se sentir parte daquilo. Empresas como a Lego e a Nike já fazem isso.

Essa cocriação também pode acontecer em campanhas de marketing, como foi o caso de algumas ações da Doritos por exemplo. Veja então o que Kotler fala sobre: “Não é só testar um produto. Chame o consumidor para participar da criação dele. A Harley-Davison, a Lego, a GM e a Lexus são alguns expoentes nessa linha. A Lego, inclusive, pede ajuda a crianças para desenvolver seus novos produtos”.

6. Inove e acompanhe o ritmo do mundo

De acordo com Kotler, as empresas que quebram e deixam de existir são aquelas que se recusam a inovar e adotar um novo método. Conforme o mundo avança, é natural que a tecnologia mude e que as marcas tenham que se adaptar e realizar alguma transição. Resistir a isso é inútil, pois leva somente ao fracasso.

A KODAK, por exemplo, é um caso de marca que não quis inovar e acabou falindo. Enquanto isso, empresas que têm a inovação no seu cerne continuam existindo há muitos anos, como é o caso da Apple e da Microsoft.

7. Construa uma marca de valor

Philip Kotler também nos ensina que uma marca não deve apenas vender um produto, mas um valor de uso. Afinal, empresas que trabalham no mesmo segmento precisam se diferenciar de alguma forma. E elas fazem isso através do branding e da construção de uma marca forte, afinal, quantas vezes não compramos pelas emoções e valores que um produto nos passa?

É, o pai do marketing moderno tem muitas coisas pra nos ensinar. Se você gostou desse conteúdo, então talvez se interesse por:

Entenda os 4Ps do marketing e sua função nos negócios

Receba o conteúdo no email

Quer aprender mais sobre a jornada de compra?

Baixe o KIT da Jornada de Compra


Referências:

27 lessons from Philip Kotler, the father of modern marketing